domingo, 18 de outubro de 2009

Domingo de ressaca

Domingo é o dia da ressaca por excelência, não há dia melhor para ressacar até porque normalmente coincide com o fim do fim de semana e costuma ser sempre a seguir á Sexta e ao Sábado (dias de exagero e devaneio alcoólico e psicotrópico).

Não deixa de ser curioso (para quem é crente) que o dia em que deus descansou depois de fazer a terra seja o dia em que o Homem ressaca depois de mamar o sangue de cristo, de facto há algo de religioso no Domingo de ressaca vulgo Romingo, é uma celebração de mau estar, suor mal-cheiroso, tremores, taquicardia e até mesmo dores causadas pela "desabituação ao alcoól", é uma espécie de "via sacra" do bêbado repetida semanalmente que vai piorando com o passar do tempo e a degradação dos orgãos internos, mas não é por isso que se deixa de beber... isso é que era bom! nada disso, bebe-se cada vez mais para mostrar que não andamos aqui a brincar e que levamos a sério os nossos "hobbies", o único problema do Domingo de ressaca é que a seguir é sempre Segunda-feira e tem de se ir trabalhar (para quem trabalha) ainda com mazelas do fim-de-semana...



Jacques Daniel

7 comentários:

Anónimo disse...

e pior de tudo é quando nos lembramos da noite de sábado.

Jaffo Dias disse...

Lembramo-nos?

o anónimo "dá bocado" disse...

eu disse: quando!

Jaffo Dias disse...

Peço desculpa, de facto o pior mesmo é QUANDO nos lembramos de alguma coisa em geral.

boémio like you disse...

Mau mesmo é quando a ressaca dura o sábado e o domingo!

Pedro disse...

mas digam o que disserem, não há nada como mandar umas belas berloitadas -durante a ressaca- e passar o resto do dia a fumar ganzas e a beber coca-cola.

joao disse...

pedro, tirando as ganzas e a cola, tens razão.